sábado, 14 de abril de 2018

v>

Energia semanal de 15 a 21 de Abril de 2018 | Tarot



Energia principal da semana: O Dependurado
Energia secundária da semana: A Estrela

Antes de entrarmos na energia desta semana acho importante falar um pouco do que se passou na semana passada. Quem leu as minhas previsões já estava preparado para aquilo que seria uma semana muito dura e difícil, mas acho que a energia superior qualquer previsão que pudesse ser feita. 

As energias estão densas e trouxeram consigo sintomas físicos que provocaram desequilíbrios grandes – dores e cabeça, dores musculares e ósseas, ansiedade, tonturas, mal-estar generalizado – isto nada mais é (e não é nada pouco) do que a energia a levá-lo ao limite de forma a provocar em si uma decisão de mudança.

Tem que mudar.


Voltando a energia desta semana, que por sinal não será muito melhor, mas nesta já poderá fazer mudanças profundas na sua vida, isto é, enquanto na semana passada tinha que trabalhar com aquilo que tinha não podendo destruir ou abandonar nada na sua vida, está semana já o pode fazer.

Já tem luz verde para fazer mudanças de fundo. Mas estas mudanças têm que ser baseadas naquilo que aprendeu na semana passada. Lembre-se do que pode ser mudado e transmutado e daquilo que tem mesmo que ser abandonado.


Estamos numa época que a  vida esta a pedir uma força fora do normal e convicções que só os Deuses têm. Não se acobarde, mas antes lembre-se que é feito da mesma matéria que eles. Coragem.


É fundamental que esta semana, tal como a semana passada, que aceite a sua vida tal como ela está. Este é um exercício muito difícil e duro mas tem que se dar por “derrotado”, isto é, aceitar que a sua vida esta numa embrulhada tal que não sabe como começar a por tudo nos sitio certo, deve reconhecer todos os problemas, dificuldades e dores.

Atenção que isto nada tem a ver com desistir!
Não é para desistir!

Somente deve aceitar a sua vida tal como ela é, conhecendo cada cantinho sujo e reconhecendo como sua cada sombra feia e fétida.


Só pode mudar aquilo que reconhece como sendo da sua responsabilidade.


Depois de feito este trabalho pode agora trazer a luz, harmonia, renovação a sua vida. Sim, tudo se pode harmonizar esta semana, ou pelo menos pode começar esse processo, mas antes tem que fazer o trabalho sujo.

Pegue no feio e no fétido e leve as águas da paz e serenidade e limpe, transmute e deixe ir.

Olhe as suas sombras e sorria para elas, aceite-as, ame-as profundamente, agradeça-lhes todas as lições e encha-as de luz.

Olha para aquilo que não mais acrescenta ou que lhe traz dor e deite fora, destrua e abandone isso. Afaste-se mesmo sem remorsos e sem “e se’s”.


A pergunta não é se quer mudar, mas antes de está preparado para mudar?


Cuidado para não cair em comportamentos negativos ou mais desviantes. É essencial que esta semana se mantenha no caminho certo e mesmo legal. Nada de tomar atalhos ou fazer as coisas pela metade, pois nada disso vai funcionar. 

Quer dizer, até funciona mas pela negativa voltando tudinho para si.
Portanto muito juízo e faça o que tem a fazer mas saiba porque o faz.


Tudo deve ser feito com base do amor, compaixão, libertação e crescimento.


Recorra a introspecção e a meditação de forma a se encontrar e a encontrar os motivos certos para fazer as mudanças de que necessita. Não tenha medo do que vai ver porque depois de encarado essas ‘coisas’ tendem a perder a sua força e influência.

Tenha antes coragem e a força de vontade que a vida lhe esta a pedir. Não é fácil nem simples mas se realmente quer mudanças tem que estar disposto a fazer algo que nunca fez, a ir além da dor, ir além das sombras e ir muito além da sua zona de conforto.


Esta é claramente uma semana de estudo e de acções. Todos os seus passos devem ser estudados e bem analisados. Mas não se perca agora em análises profundas. Isso já deveria estar feito!


Volte a estudar. Aprofunde um tema. E atreva-se a saber mais.


Com Claridade e Persistência, 

Joana Cristina Pinto

Copyright© 2018 - Joana Cristina Pinto - Todos os direitos reservados

Sem comentários:

Enviar um comentário