segunda-feira, 12 de março de 2018

v>

Respostas | O meu bloqueio | Tarot



Seguem as respostas do tarot.


Número 1

As cartas pedem-lhe que analise a realidade encarando os factos, é precisamente por esse motivo que o bloqueio existe, e vai persistir enquanto não houver uma profunda consciencialização de que é necessária uma mudança profunda de atitude.
Tem uma alegria de viver óptima o que o ajuda a manter-se optimista, mas, por outro lado tem dificuldades em afastar-se buscando novas alternativas para si. Tudo se vai resolver de forma lenta, mas é preciso que emocionalmente esteja consciente que precisa de renovar tudo, a fundo. Deixe fluir com calma, evite a impaciência!

Número 2

As cartas dizem-lhe que este bloqueio tem claramente a ver com coisas escondidas vindas de pessoas que lhe querem menos bem, pelo que deve aprender com isso a perder, para depois vir a ganhar, mesmo que isso implique ficar sozinho. Aprenda a centrar-se em si mesmo. Mude de atitude, sendo mais radical e frio, até porque isso ajuda a ver a realidade tal como ela é, evitando enganos. Apesar de tudo, a dor dá-lhe força para continuar a persistir, apesar de se sentir revoltado por achar que está a fazer tudo sozinho o que de certa forma o stressa. Foque-se naquilo que o magoa e trabalhe em si em função disso.

Número 3

Existe uma crise, provavelmente de cariz emocional que o levou a este bloqueio, mas deve aprender a confiar e verá que tudo terá uma nova abertura. Um novo desenvolvimento. É preciso ter confiança plena em si, sendo flexível para aceitar novos desafios. Tem um espírito de sacrifício grande, mas por vezes tende a ter dificuldades em aceitar as coisas que vêm de novo. Quando aprender a desapegar e perder os medos tudo flui melhor.

Número 4

Precisa de mostrar mais confiança em si para vencer, dê provas a si mesmo. Mostre o seu poder pessoal, desligando de vez do passado para que o sucesso lhe chegue em pleno. Destrua todo e qualquer tipo de sonhos para que a realidade possa emergir. Tem muitas ilusões às quais está apegado que o fazem estar neste impasse. Muitas delas relacionadas com medos. Vença, portanto, todos os seus desafios corajosamente, até porque quando quer, tem a capacidade de ver as coisas tal como são, apesar de o ambiente onde está inserido muitas vezes não lhe permitir tal, dada a hostilidade associada, pelo que tudo isso pede-lhe que saiba por pontos finais definitivos nas situações.

Número 5

Existe de facto um grande conflito de interesses onde claramente nem todos estão na disposição de o ajudar, pelo contrário. Precisa de aprender a viver em privação, provavelmente total, para aprender a depender única e exclusivamente de si. É a pessoa que mais importa neste momento, todos os outros, não pretendem ajudá-lo a crescer, mesmo que mostrem o contrário. Organize as suas ideias e liberte-se de ilusões que possa ter, não precisa de ninguém para ser feliz nem para chegar onde quer. Recupere a esperança, que está perdida, de que tudo vai melhorar, mas para isso tem nas suas mãos o poder de decisão. Faça, portanto, escolhas úteis para si.



Vou passar a fazer mais interactivos, por isso podem deixar sugestões para os próximos nos comentários.

Sandra L. santos

Sem comentários:

Enviar um comentário